Brasileiros disputam Brasil Champions de olho em vaga no Rio 2016

Os brasileiros que disputarão o Brasil Champions apresentado por Embrase têm no evento uma das últimas grandes chances para entrar na luta por uma vaga olímpica. A competição, que acontece de 31 de março a 3 de abril no São Paulo Golf Club, na capital paulista, faz parte do Web.com Tour, o circuito de acesso ao PGA Tour americano.

Além de US$ 700 mil em prêmios – a maior premiação do continente e uma das maiores do circuito todo –, distribui pontos de ranking mundial para o campeão, que leva também US$ 126 mil. Uma vitória seria suficiente para fazer o paulista Alexandre Rocha, por exemplo, ficar bem próximo de entrar para o ranking olímpico, que lista os 60 classificados no masculino para a disputa no Rio de Janeiro, em agosto, que marca o retorno do esporte às Olimpíadas após 112 anos.

Cada país pode ter no máximo dois representantes no masculino e duas no feminino (a não ser que tenha jogadores no top 15 do mundo, o que não é o caso do Brasil, quando o limite sobre para quatro por país). Atualmente terceiro melhor brasileiro no ranking mundial, base do ranking olímpico, Rocha poderia ir da 559ª posição, onde se encontra, para ficar entre os 300 melhores do mundo, ficando bem próximo de uma vaga nos Jogos.

“Estou muito focado em me classificar para as Olimpíadas. Tenho trabalhado muito para isso”, diz ele, que atualmente é membro do Web.com Tour. No ranking mundial, Rocha só está atrás do gaúcho Adilson da Silva (316º do mundo, e 57º no ranking olímpico) e do paulista Lucas Lee (420º do mundo).

Lucas Lee ainda não confirmou presença no Brasil Champions, pois tem chances de disputar a etapa do PGA Tour da mesma semana. Se não se classificar, virá para São Paulo. No ano passado, foi o único brasileiro a chegar às finais.

Vitória valiosa – Os outros brasileiros confirmados para a competição são Rafael Becker (SP), Daniel Stapff (PR), Rodrigo Lee (SP), Rafael Barcellos (RS) e André Tourinho (RJ), a convite da Confederação Brasileira de Golfe, Felipe Navarro (RJ) e Pedro da Costa Lima (SP), representando o clube anfitrião, e Ronaldo Francisco, convidado da Embrase, patrocinadora máster do evento. A lista completa dos participantes internacionais será divulgada em breve.

“Uma vitória pode mudar a nossa vida, pois já nos coloca próximos do PGA Tour, garante um cartão do Web.com Tour pelo resto da temporada e pode ajudar a entrar nas Olimpíadas”, diz Becker, campeão do Aberto do Brasil de 2014.

Exemplos de como uma conquista em São Paulo pode ser importante não faltam. Benjamin Alvarado, que venceu em 2013, se tornou o primeiro golfista chileno a chegar no PGA Tour graças à conquista no São Paulo Golf Club e saltou de 538º no ranking para 286º na semana seguinte.

Em 2014, o americano Jon Curran, vencedor do torneio, foi da 1.312ª posição para a 419ª e também carimbou sua entrada no PGA Tour. O mesmo aconteceu com o campeão de 2015, Peter Malnati, que saltou de 570º do mundo para 302º com a vitória em São Paulo, chegou ao PGA Tour ao término da temporada e conquistou em outubro o seu primeiro título no circuito principal ao vencer o Sanderson Farms Championship – ele já acumula mais de US$ 1 milhão em prêmios nessa temporada.

Atualmente, o Web.com Tour é a única forma de um golfista conquistar o direito de disputar o PGA Tour. Por isso, o circuito se torna o segundo mais concorrido dos EUA e um dos mais cobiçados do mundo. Três de cada quatro membros do PGA Tour já disputaram o Web.com Tour.

Ao final da temporada, os 25 primeiros do ranking do Web.com Tour ganharão a tão sonhada vaga no PGA Tour. Os colocados de 26º a 75º lugar poderão disputar os The Finals, série de quatro campeonatos de US$ 1 milhão em prêmios cada. Este torneio também reunirá 75 membros do PGA Tour que não terminaram entre os 125 primeiros do ano. Esses quatro campeonatos distribuirão outros 25 cartões para o PGA Tour.

O Brasil Champions é apresentado por Embrase e também é patrocinado por Bradesco, Comgás, Localiza e Sportv. Nespresso é o café oficial. Rolex é o relógio oficial. A organização é da Confederação Brasileira de Golfe e promoção da IMM. O evento conta com recursos da Lei de Incentivo ao Esporte do Ministério do Esporte, com apoio do São Paulo Golf Club, Chandon, Informar Saúde e Stella Artois, e chancela do Web.com Tour.