Inspirado, Lucas Lee se destaca, mas chuva adia definição à fase final do Brasil Champions

Chuva e ameaça de raios adiaram a definição dos finalistas da terceira edição do Brasil Champions, apresentado pelo HSBC, o maior torneio de golfe do continente, para sábado (14). A segunda rodada foi interrompida duas vezes nesta sexta-feira e não pôde ser retomada. Com isso, metade dos 144 competidores não concluiu o jogo.

Quando a partida foi interrompida, o americano Tommy Gainey liderava, com 12 tacadas abaixo do par do campo, ou – 12, seguido pelos também americanos Ryan Spears (– 11), Cameron Wilson e Tyler Duncan (ambos com – 10). Todos os quatro jogaram pela manhã e conseguiram terminar a segunda volta. A liderança está ameaçada por competidores, como o americano Rich Cochran III, que já estava em –9 tacadas e ainda tem nove buracos da segunda rodada para jogar na manhã de sábado.

Os únicos brasileiros que concluíram o jogo foram os paulistas Lucas Lee e Alexandre Rocha. Lee jogou 69 (–3) para chegar a – 5 no total, o que deve garantir seu acesso à final – ele estava em 33º lugar. “Comecei mal o jogo, mas consegui me recuperar. Dá para jogar melhor no final de semana”, diz.

Rocha chegou a – 3, que o deixou empatado em 63º. Contudo, muitos competidores ameaçam superar a marca do brasileiro, elevando a nota de corta para -4 ou até menos.

Já Rafael Becker começou bem a segunda volta, com birdies (um abaixo do par do buraco) seguidos nos dois buracos iniciais. Ele e Daniel Stapff somam – 2 tacadas em relação ao par. Felipe Navarro vem um pouco atrás, com – 1. Andre Tourinho está no par do campo e Rafael Barcellos está com + 2. Os cinco ainda têm 16 buracos para concluir neste sábado, ou seja, ainda podem baixar o resultado e passar o corte.

Estão na disputa 144 golfistas de 17 países, que lutam por US$ 850 mil em prêmios, sendo US$ 153 mil para o campeão. Entre os competidores, 41 já ganharam mais de U$ 1 milhão na carreira. Também estão em jogo pontos para o ranking mundial, que será o critério utilizado para definir as vagas para o retorno do golfe aos Jogos Olímpicos, em 2016, no Rio de Janeiro. O torneio faz parte do Web.com Tour, o circuito de acesso ao PGA Tour, que reúne a elite do esporte.