Rocha aposta no Brasil Champions para chegar às Olimpíadas

Na última terça-feira, o paulista Alexandre Rocha entrou para a história ao dar a primeira tacada do Campo Olímpico de Golfe, que sediará o retorno da modalidade às Olimpíadas após 112 anos de ausência. Agora, seu desafio é pontuar no ranking mundial para obter a vaga para retornar ao Rio de Janeiro em agosto, desta vez para lutar por uma medalha de ouro.

O atleta aposta suas fichas no Brasil Champions apresentado por Embrase, que acontece no São Paulo Golf Club, na Zona Sul da capital paulista, de 31 de março a 4 de abril. Etapa do Web.com Tour, o circuito de acesso ao PGA Tour, o torneio vale pontos para os rankings mundial e olímpico. Após 112 anos de ausência, a modalidade retornará às Olimpíadas este ano.

Atualmente, Rocha está em 554º lugar no ranking mundial. Para entrar nas Olimpíadas, precisa ficar pelo menos entre os 375 melhores do mundo. Nada impossível: no final de 2014, o paulista Lucas Lee era o 645º do mundo. Com bons resultados no Web.com Tour, circuito ao qual Rocha pertence este ano, Lee terminou o ano em 371º e chegou a estar na zona de classificação para os Jogos Olímpicos Rio 2016 em meados do ano passado.

A edição anterior do Brasil Champions foi crucial para a evolução de Lee, que disputou o evento a convite da Confederação Brasileira de Golfe e foi o único brasileiro a chegar às finais do torneio, ganhando assim o direito de competir em outras etapas do circuito.

“Nunca estive tão preparado para jogar o Brasil Champions. No ano passado, havia acabado de me recuperar uma lesão grave no pescoço e fiquei sem jogar por mais de três meses, ou seja, estava sem ritmo nenhum de jogo”, conta. “Estou apostando muito em uma boa performance este ano. Conheço muito o campo e me sinto em casa no São Paulo Golf Club. Além disso, melhorei uma série de aspectos em meu jogo no último ano, e tenho tido bons resultados”, diz ele, que está em 17º lugar do ranking do Web.com Tour, depois de um 41º lugar no Panamá e um 7º lugar na Colômbia, onde chegou a estar a uma tacada do líder na rodada final.

O Brasil Champions apresentado por Embrase distribuirá US$ 700 mil em prêmios, a maior premiação do ano no golfe brasileiro e uma das maiores do continente. A bolsa de premiação é a segunda maior da temporada regular do Web.com Tour – só perde para o Portland Open, campeonato de US$ 800 mil de agosto que antecede os The Finals, quatro torneios de US$ 1 milhão em prêmios cada que fecham o ano.

Os convites para o Brasil Champions serão gratuitos e deverão ser retirados com antecedência, em locais a serem informados pela organização nas próximas semanas. A lista dos atletas participantes será divulgada em breve.

Atualmente, o Web.com Tour é a única forma de um golfista conquistar o direito de disputar o PGA Tour. Por isso, o circuito se torna o segundo mais concorrido dos EUA e um dos mais cobiçados do mundo. Três de cada quatro membros do PGA Tour já disputaram o Web.com Tour.

Ao final da temporada, os 25 primeiros do ranking do Web.com Tour ganharão a tão sonhada vaga no PGA Tour. Os colocados de 26º a 75º lugar poderão disputar os The Finals, série de quatro campeonatos de US$ 1 milhão em prêmios cada. Este torneio também reunirá 75 membros do PGA Tour que não terminaram entre os 125 primeiros do ano. Esses quatro campeonatos distribuirão outros 25 cartões para o PGA Tour.

O Brasil Champions é apresentado por Embrase e também é patrocinado por Bradesco, Comgás, Localiza e Sportv. Nespresso é o café oficial. Rolex é o relógio oficial. A organização é da Confederação Brasileira de Golfe e promoção da IMM. O evento conta com recursos da Lei de Incentivo ao Esporte do Ministério do Esporte, com apoio do São Paulo Golf Club, Informar Saúde e Stella Artois, e chancela do Web.com Tour.